Se você quer escolher um par de óculos de ciclismo de estrada e não sabe quais são as diferenças entre as diferentes tonalidades, ou precisa saber qual cor de lente é melhor para mountain bike, neste post você encontrará informações sobre cada opção, aplicável não apenas a óculos de ciclismo, mas também a óculos de neve e óculos casuais.

Antes de começarmos, vamos explicar alguns conceitos básicos:

Tonalidade da lente - A cor com a qual o "vidro" dos nossos óculos foi tingido. A tonalidade pode ser sólida ou degradê e funciona como um filtro de luz. Pode melhorar o contraste, aumentar uma cor, melhorar a nitidez, etc.

Lentes polarizadas - As lentes polarizadas têm um filtro que impede que a luz solar refletida em superfícies planas atinja nossos olhos horizontalmente. Só deixa passar a luz que entra verticalmente. Desta forma, evitamos o brilho ofuscante refletido na estrada, outros veículos, água do mar, etc.

Lentes fotocromáticas - As lentes fotocromáticas clareiam ou escurecem dependendo da quantidade de radiação ultravioleta que recebem. Se estiver muito ensolarado, eles ficarão mais escuros e se não houver sol, eles ficarão mais claros.

Lentes espelhadas - Este tipo de óculos de sol possui um revestimento externo muito fino que reflete a luz, reduzindo a quantidade que chega aos nossos olhos. São especialmente indicadas para dias muito claros porque reduzem o brilho e fazem com que os nossos olhos sofram menos fadiga.

Duas observações IMPORTANTES a ter em conta:

A tonalidade da lente nem sempre é sua cor externa. Isso é especialmente verdadeiro para modelos espelhados porque o revestimento cobre a tonalidade da lente.

Nossa percepção das cores depende apenas da tonalidade da lente, independente de sua cor externa e não importa se é polarizada, fotocromática ou espelhada. Ou seja, lentes pretas podem ser polarizadas e ao mesmo tempo ter um revestimento espelhado prateado, preto ou verde, e ainda assim, em todas elas nossa percepção de cor não é afetada. Isso também acontece no caso de modelos fotocromáticos com lentes amarelas que aumentam o contraste em condições de pouca luz ou neblina e cuja tonalidade escurece ou clareia dependendo dos raios UV que os atingem.

Deve-se notar também que, ao reduzir o brilho, uma lente polarizada, espelhada e não espelhada, fornece percepção de cor verdadeira e contraste natural.

Outro ponto a destacar é que o nível de proteção de um par de óculos de sol ou óculos de ciclismo é determinado por:

O filtro de radiação UV que, de acordo com a norma ISO 12312-1:2013+Amd 1 2015, deve ser UV400 em todos os óculos de sol do mercado. Isso significa que a lente bloqueia de 99% a 100% dos raios UV com comprimento de onda inferior a 400 nanômetros.